28 de fevereiro de 2011

Se é bom, não pode só reprisar?

Demorei pra achar um novo tema ou assunto pra escrever aqui...
Eu não queria ficar só reclamando, criticando... Mas tá tããão difícil...
Li hoje uma notícia sobre um remake que vão fazer dos Thundercats...
Vai ver o trailler... Parece desenho japonês!!!



Nada contra os animes (até pq adoro e acho que não gostaria de um remake dos Cavaleiros do Zodíaco, por exemplo), mas... Cadê a essência???
Além dos traços e movimentos típicos de um anime, rejuvenesceram demais os personagens... Cadê aquela coisa meio balzaquiana que dava um ar de maturidade e experiência aos “felinos”??? São jovens demais!!!
Fora a música... Poxa, custava tocar a música original, ainda que “remasterizada”??? Thunder, thunder, thunder, thundercats!

Thundercats X Tãnderucatsu???
Esse é o grande problema dos remakes... Querem inovar tanto, atualizar tanto, melhorar tanto (sendo que uns nem tem o que melhorar!), que a idéia original, a essência e tudo o mais, acabam sumindo no meio...
Alguns até ficam bons... São bem contextualizados, efeitos especiais melhores, atores melhores...
Enfim, temos muitos casos de remakes tão bons que mal sabemos que era um remake (por exemplo: Scarface, O Cabo do Medo, Os Infiltrados, Perfume de Mulher).

Só pelo Poster do filme já dá pra saber qual dá mais medo, né? 

Os Infiltrados e sua inspiração coreana Conflitos Internos

Nada como uma inspiração italiana...

O original parece ser cômico? É isso?
Desses 4 exemplos, não vi nenhum dos originais para comparar, mas numa pesquisada rápida estão na lista dos melhores remakes... Então deve ser...rs... Um dia faço a prova!
Só que a maioria dos remakes deixam muito a desejar... Mudam DEMAIS.
Sabe aquela história de “se melhorar estraga”? Então! É exatamente isso!!!
Poxa, acho que se é pra mudar tanto, mude o nome, não o anuncie como remake....
Coloque algo do tipo “inspirado”... É muito mais digno!
Um dos maiores exemplos pra mim é do “A Fantástica Fábrica de Chocolate”.
Clássico da Sessão da Tarde, totalmente marcado na minha infância...

Num o início do nome é "Willy Wonka" e no outro é "Charlie". Mudaram o foco, mudaram a essência...
 E aí vem o Willy Wonka by Johnny Deep.

Adoro o Johnny, mas o Gene Wilder convenceu muito mais...

O novo é bom? É, é bom! Principalmente para aqueles que nunca assistiram ou vivenciaram o antigo...
Mas pô! Que musiquinha pop/rock/rap é aquela dos Oompa Loompa´s?
Figurino high-tech, todos iguais, dançando igual...
Cadê a cara laranja e o cabelo verde???  

Os antigos eram tão mais simpáticos... :/
 E outra, pra que explicar a origem deles?
A origem do Willy Wonka?
Pra que??????
Parece que deixaram a imaginação em segundo plano... Tudo precisa ser explicado, provado... Não há mais necessidade de debater, conversar sobre o filme, dizer o que acha, o que pensa, o que imagina... Tá tudo lá!
Não tem o que contestar, o que fantasiar...
Pra que pensar?
Eu gosto da nova versão pq é algo que me marca com minhas sobrinhas...
Mas eu só consigo gostar pq abstraio totalmente a versão original...
Pq se for pra comparar, eu vou achar péssimo...
Além desse, outro remake que ferrou com a essência do original é o Karatê Kid (que na verdade é considerado a continuação...).
Pow! Manter o nome “Karatê” Kid quando o moleque luta Kung-Fu é uó!!!


Karatê é Karatê. Kung Fu é Kung Fu.

Adooooro Jackie Chan, o filho do Will Smith dá um show, mas gente...
Se é remake, mantenha a essência.
Se é continuação, CONTINUE a história...
Faça uma referência, sei lá!
Aproveitar um nome sinônimo de sucesso e fazer algo nadaver com o original é vigarice!
E olhando na net sobre o assunto, vi que querem fazer o remake do “O Guarda-Costas”.
Adivinha quem está cotada para o personagem principal?
Na minha cabeça, uma diva comparada à Whitney Houston dos anos 90?
Se era pra fazer o remake, acho que a cantora atual mais adequada seria a Beyoncé...
Mas não...
Escolheram a Rihanna!!!!!! Total Bad Girl!!!! Nada diva!!!


Quem é mais diva???

Tudo bem que a WH tbm foi uma garota-problema na vida real, mas filme é fantasia, né? E WH era puro glamour! rs...
Tá vendo como cagam nos remakes???
Por isso que são tão famigerados e quando ouvimos o termo já torcemos o nariz...
Sei lá... Não é verdade absoluta, há suas exceções (SEMPRE!), mas se os originais não fossem tão bons, não se chamariam “Originais”... Não inspirariam ninguém, certo?
Portanto, até prova em contrário, sou defensora ferrenha dos originais!!!
Ou, pelo menos, da sua dignidade!!!
Coisa que, infelizmente, não aconteceu nesse novo Thundercats...

Bjs!

2 comentários:

Helô CP disse...

Nossa Ju, que coincidência, tava pensando nisso essa semana pq A-M-O o filme "Sabrina" com a Audrey Hepburn e vi na TV a versão com a Julia Ormond... aiii, uó! Tira toda a fofura do clássico em preto e branco... Só vou discordar de vc sobre os oompa loompas (os da cara laranja me dão medo! hahahaha). E pra terminar, acho que karatê kid foi o que me deu mais raiva! Ninguém substitui o senhor Miagui!!! NINGUÉM!!!! Voto pela reprise dos clássicos :)

July disse...

Sintonia! rs...
Tem uns remakes que peloamor, viu! É como eu disse, diga que foi "inspirado", mas não use o nome de um sucesso pra ganhar em cima e estragá-lo...
Eu tbm tenho medo dos Oompa Loompas laranjas, mas até esse medo é nostálgico! hahahaha...
E tenho que concordar novamente!
Adoro Jackie Chan, mas o Sr. Miagui é insubstituível!!!!!!

Bjs!!!